sábado, 25 de setembro de 2010

Um poema de Norma Penido- Brasil

Terra, céu, mar... Todo universo e seu esplendor


Como coisa pequena, passava diante do Senhor

Que olhou com amor para um pedaço de chão

E disse: “De ti farei uma grande nação”.



Abençoou aquele solo, onde plantando tudo dá

Nele fez brotar as palmeiras, onde canta o sabiá

Adornou-o com rios, montes, praias e cascatas

E com um verde intenso coloriu as suas matas



Com o ouro reluzente, coroou a sua riqueza

Tornando-o, gigante pela própria natureza

Vestiu tão bela obra, com um lindo céu azul

Onde à noite resplandece o cruzeiro do sul



Brasil... Foi o Senhor quem te amou primeiro

Amor que se estendeu a todo povo brasileiro

E como prova deste amor, deu o seu filho Jesus

Que também por amor, morreu na rude cruz



Por isso, a minha esperança Brasil querido

É ver o povo brasileiro, cabisbaixo e sofrido

Levantar a cabeça e encher de alegria o coração

Proclamando a Jesus Cristo, Senhor desta nação



Brasil... Entende agora esta minha dor cruel?

Como posso, conhecendo o caminho para o céu

Deixar o irmão que prossegue ao meu lado

Viver a tragédia de morrer no seu pecado?



Meu Brasil... Não deixarei que se percam teus filhos!

Percorrerei cidades, campos, aldeias, estradas e trilhos

Preciso impedir que o teu povo heróico e varonil

Morra sem salvação. Senhor salve o meu Brasil!

Nenhum comentário:

Páginas

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails